Artigo de José Borzacchiello da Silva (*) Fortaleza é uma cidade sem lei. Sua forma urbana comprova essa assertiva com ruas e avenidas implantadas sem obediência de plantas oficiais. Crescem edificações em locais impróprios, ou “proibidos”. Do ruído excessivo e destruição acelerada da natureza, nem se fala. É fácil constatar essas agressões na orla da cidade, no aterro de lagoas e várzeas e muitas construções irregulares. Tudo isso faz de