Depois de quatro dias de debates, as mais 2,8 mil participantes da 2ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres aprovaram na última segunda (20/8), no encerramento, novas metas de políticas públicas que devem ser aplicadas pelos governos municipais, estaduais e federal. Entre as novas medidas, pediram mecanismos de proteção ao meio ambiente, acesso à terra e moradia e combate a discriminação contra negras, índias, lésbicas e idosas, por exemplo.